"Traduzir-se", de Ferreira Gullar, por Raimundo Fagner e João Luiz Lafetá  (Modernismo) escrito em terça 10 novembro 2009 21:34

Fagner, Ferreira Gullar, João Luis Lafetá, MPB, Poética

Esse poema é simplesmente lindo demais e me acompanha quase Blog de poetasdobrasil : Literatura Brasileira: Poesia, "Traduzir-se", de Ferreira Gullar, por Raimundo Fagner e João Luiz Lafetáhá tanto tempo quanto a poesia de Manuel Bandeira. A gravação feita por Fagner encontra-se no disco Traduzir-se/Traducirse (capa ao lado), que foi gravado na Espanha em 1981 e é sem dúvida o seu melhor trabalho na medida em que - muito distante do filão brega em que caiu depois - ele aproveita o mote do poema e canta a poesia  de autores estrangeiros, especialmente de língua espanhola. Excetuando "Fanatismo" de Florbela Espanca (Portugal), Fagner interpreta com maestria poemas de Pablo Milanés (Cuba), Fausto Nilo, Garcia Lorca, José Ortega Heredía, Antonio Machado, Rafael Alberti e Ricardo Pachón. 

Para conhecer a poesia de Ferreira Gullar,   uma excelente leitura é o  o  texto "Traduzir-se".* Neste ensaio, João Luiz Fafetá  fazBlog de poetasdobrasil : Literatura Brasileira: Poesia, "Traduzir-se", de Ferreira Gullar, por Raimundo Fagner e João Luiz Lafetá uma brilhante leitura de orientação marxista (mas muito distante daquele marxismo estreito e ortodoxo  típico do realismo socialista) acompanhando e analisando a trajetória poética de Ferreira Gullar desde o início (1950) até a publicação de Toda poesia (1980). Para fazê-lo,  orienta sua análise guiado pela ideia contida no poema em questão: de que a poesia deve traduzir o individual para o social e o social para o individual de tal modo que o poeta, sem abandonar a sua subjetividade, possa compartilhá-la com todos no que ela tem de mais coletivo. E ao discutir a trajetória da poesia gullariana, marcada por várias fases, facetas e poéticas, Lafetá acaba discutindo por tabela os caminhos da poesia brasileira nesse mesmo período.

Marciano Lopes

* Ensaio pertencente ao livro O nacional e o popular na cultura brasileira, de João Luis Lafetá e Lígia Chiappini Moraes Leite (São Paulo: Brasiliense, 1982).

Compartilhar
1 Fan

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (107.21.136.116) para se identificar     

Nenhum comentário
"Traduzir-se", de Ferreira Gullar, por Raimundo Fagner e João Luiz Lafetá


Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para poetasdobrasil

Precisa estar conectado para adicionar poetasdobrasil para os seus amigos

 
Criar um blog